Com uma estimativa de US$ 6,2 bilhões, a indústria de tecnologia de saúde de Israel é líder mundial em inovações em vários campos da medicina. Com mais de 1.400 empresas de saúde digitais iniciantes até hoje, Israel ocupa o 5º lugar no mundo de acordo com o World Index for Healthcare Innovation.

Os investidores têm notado tal sucesso. De acordo com uma pesquisa recente realizada pelo grupo McKinsey & Company de fundos de capital de risco e órgãos de investimento israelenses, 60% dos investidores disseram esperar investir mais na saúde digital em 2022, com apenas 4% esperando investir menos do que em 2021. Estas constatações são particularmente significativas devido à quebra de recordes de captação de recursos ao longo de 2021.

Um exemplo particularmente notável de tal investimento é o recente anúncio feito pela empresa de investimento médico israelense Peregrine Ventures. Juntamente com os sócios Bristol Myers Squibb, Shaarei Tzedek Medical Hospital, Universidade de Tel Aviv e outros, a Peregrine anunciou recentemente mais de 300 milhões de NIS (90 milhões de dólares) em investimentos para o desenvolvimento de terapêutica médica, dispositivos e produtos farmacêuticos. O fundo também se concentrará em diagnósticos avançados para identificação, monitoramento e medicina personalizada.

Como declarado por Eyal Lifschitz, Sócio-Diretor e Co-Fundador da Peregrine Ventures, “O estabelecimento deste consórcio enriquecerá e diversificará nossa capacidade de liderar jovens empreendimentos de ciências da vida, apoiá-los financeiramente em cada fase de seu ciclo de vida, incluindo investimentos de acompanhamento em seus estágios de crescimento, e levá-los ao sucesso no mercado global”. Esta é uma equipe integrada, global e de elite que tem a confiança na capacidade dos empresários israelenses de desenvolver a próxima geração de empresas médicas de sucesso”.

A incubadora inicial da Peregrine Ventures, Incubadora de Tecnologia de Incentivo, já tem um histórico impressionante. 34 das 60 empresas estabelecidas na Incentive continuam ativas, e as empresas graduadas atingiram um total de US$ 5 bilhões. Valtech Cardio, uma graduada particularmente bem sucedida, foi vendida à Edwards Lifesciences por $690 milhões em 2017.

O recente anúncio de investimento feito pela Peregrine Ventures e parceiros cimentará ainda mais Israel como um centro global de inovação médica. Abaixo está uma lista de startups médicos israelenses de sucesso que se beneficiaram da Incubadora de Tecnologia de Incentivo da Peregrine Ventures:

 

Valtech Cardio specializes in the development of devices for mitral valve repair and replacement. The company’s Cardinal facilitates implantation and suturing that is very similar to that of regular annuloplasty rings, performed through the left atrium. The Cardinal’s ring is attached to a patented, ergonomically designed, flexible handle, which enables the surgeon to control the ring size.

CartiHeal develops proprietary implants for the treatment of cartilage and osteochondral defects in traumatic and osteoarthritic joints. CartiHeal’s cell-free, off-the-shelf implant, Agili-C, is CE marked for use in cartilage and osteochondral defects. Agili-C is a rigid, biphasic, biodegradable implant. The bone phase of the implant is composed of calcium carbonate in aragonite crystalline form, a well-known biomaterial that enhances bone formation. The cartilage phase is a composite of modified aragonite and hyaluronic acid.

Cardiovalve is developing cardiovascular replacement devices for minimally invasive surgery. Its flagship system is designed to replace the mitral valve using a transfemoral system. Cardiovalve is designed from the bottom up for transfemoral/transseptal delivery with femoral venous access. This approach offers significant benefits including a short profile for minimal protrusion to the left ventricle, minimizing interference in the cardiac blood flow, and increased safety.

Eximo Medical is developing hybrid catheter technology for tissue resection in vascular and gastrointestinal endoluminal applications. The company’s proprietary single-use hybrid catheter, Auryon, combines optical fibers that deliver short laser pulses and a blunt mechanical knife.

Digma Medical is a clinical-stage medical device company developing a novel endoscopic treatment for metabolic disease designed to complement standard medical management. The Digma System ablates the duodenum to interrupt metabolic signaling pathways, reducing insulin resistance and improving glycemic control.

Curesign is a medical device company aiming to disrupt the way oncologists treat patients with cancer. The company’s solution is based on the integration of sensors with advanced signal processing and big data tools. Curesign’s product, which is in the advanced stages of development, is designed to allow clinical teams to tailor a patient-specific treatment for each cancer patient.

 

Sources: Israel HayomCalcalistechFreoppUSA International Trade AdministrationIsrael HayomNoCamels